sábado, 28 de julho de 2007

É no balanço do buzão...



Tava lendo um post da Jana. Um desabafo contra os atentados que sofremos dentro do 'buzão'. É gente que não toma banho, é nego que sai em dias de chuva passando a sombrinha molhada em todo mundo... tem para todos os gostos. Bem, lendo a versão hilária que a Zazá deu ao post (como se pudesse ser diferente, pois tudo que ela escreve é hilário), me recordei de um episódio, desses que só acontece no tal 'balaio'.

Sabe aqueles caboclinhos que não sei porque cargas d'água insistem em ter experiências sexuais no bus? E pior de tudo, com a bunda alheia? Pois é, é destes tarados mesmo que estou falando.

Ai, ai, ai, minha santa periquita! (He, he, he! Nem tão santa assim, né?). Resolvi ser atrevida e dar meu grito de independência. Aqui não, sujeito!!!! Essa 'abundância' tem dono! Ou melhor, dona! (não se espantem, a dona era eu mesma). Mas não era prá menos minha revolta. Ônibus lotadaço em horário de pico. Bem cedinho, eu ainda com o cheirinho de banho tomado, toda bonitinha indo para o trabalho, e o indivíduo achega-se atrás de minha 'protuberância'. Ah! ele tava até afastadinho. Não posso querer que fiquem a quilômetros de distância de mim em um ambiente tão cheinho, né? Pois é, mas o folgado foi se aproximando, se achegando, se enconstando... Comecei a olhar para os lados tentando focalizar de rabo de olho de quem era aquela cara de pau. Também prá neguinho perceber que eu não estava nessa carência toda, né? mas o bichinho não se avexou, continuando sua aproximação. Ô coisa incômoda que é isso - Jesus, Maria, José - me salve!!!! Bão, vendo que o 'bichinho' (e o dono dele também) não paravam de se aproximar, comecei a me espremer em um espaço inexistente, dando passinhos de alguns milímetros imaginários para frente, mas a 'cousa' não parava de se achegar. Vi que não teria mais recursos, e neguinho logo, logo, pelo andar da carruagem já iria pegar o embalo. Então, revoltada e sem opção, me virei para trás e olhei bem para a cara do indivíduo que ficou me encarando, o FDP. Em alto e bom tom eu disse: GOZA LOGO POR QUE EU JÁ VOU DESCER NO PRÓXIMO PONTO!

Eu não desci no ponto seguinte (ai que mentirosa que sou!), mas ele desceu rapidinho. Tadinho, acho que ele se esqueceu de gozar.

9 comentários:

Flávia disse...

KKKKKKKKKKKK!!!

Quanto aperreio!

Lamento pela afronta à sua abundância... seria cômico, se não fosse trágico.

Beijucas!

Flávia disse...

Amada, pode copiar à vontade. Mi casa es su casa (é assim que se ecreve?)...

Precisando de qualquer coisa, hable comigo.

Beijos. Em português, mesmo...

As partes interessadas disse...

Você falou? sério? você falou mesmo? eu-não-a-cre-di-to! vc é minha 'ídala'! kkkkkkkkkkkkk... bem feito! mané! ridículooooo! sério mesmo, ow? kkkkkkkkkkkk...

ps: agora, aqui: 'zazá', filha, 'zazá'?!?!?!?! quando eu penso que me livrei do apelido de pata-de-história-infantil, eis que ele ressurge? afffff... eu mereço! meu pai me paga ainda...

As partes interessadas disse...

Rrsrsrsr... é nome de pata sim, do primeiro livrinho que consegui ler sozinha, lá no Pandiá Calógeras ainda! kkkkkkkk... eu não gostava do apelido na época não, me soava como de um bebezinho. Mas, é aquele tal negócio: se chamam e a gente mostra que não gosta, aí é que pega, né? mas todo mundo falava pq meu pai falava. hoje, de verdade, brigo brincando. faz parte da minha vida e é muito carinhoso. não ligo mais se é infantil. é, sim, lembrança da melhor época da minha vida... portanto, darling, pode continuar... ;) Bjoca.

Fran disse...

hahahaha Lu...você é hilária! hauhuahuahua

quando crescer quero ser igual á você...hahaha

bom domingo!!!
bjusssss

As partes interessadas disse...

ótima? não sei... fedida? devo ser. esse frio levou pra longe toda minha coragem de tomar banho agora. Aaaiiiiiiiiiiiiii! rsrsrsrrs...
Bjos, boa semana!

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

Muito boa sua saída!
he he he !
Você é foda!

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

Vou enviar este seu texto para umas amigas que "padecem" do mesmo "mal"
hua hua ha ha ha

Osc@r Luiz disse...

Hahahahah!
Ele mereceu...
Agora, pelo jeito você tá poderosa, né?
Agora fiquei até curioso...
Beijo!