segunda-feira, 16 de julho de 2007

Café com o presidente...



Trecho da entrevista de nosso presidente:
"A festa foi uma coisa extraordinária. Antes da festa, eu tive a oportunidade de visitar a Vila Olímpica e conversar com atletas de vários países do mundo que estavam lá. Era unânime dizer que ninguém nunca tinha visto nada com a qualidade que o Brasil estava oferecendo na Vila Olímpica. Os atletas dizendo sobre as quadras que eles iriam participar. Todos elogiando e dizendo que nunca tiveram um Pan -Americano assim. Mais importante ainda é que o presidente da Odepa [Organização Desportiva Pan-Americana], Mario Vásquez, sentado ao meu lado, ele dizia que o show que ele estava vendo era um show de Olimpíada. Eu, particularmente, estou convencido de que o que conta para o Brasil é exatamente a qualidade das coisas que nós estamos oferecendo para os 41 países, junto com o Brasil, que participam desse evento. O que nós precisamos torcer é para que as pessoas saiam daqui com uma imagem altamente positiva da capacidade de organização que o Brasil tem para fazer eventos internacionais dessa magnitude. Aí sim, nós poderemos começar a pensar concretamente na Copa do Mundo 2014 e pensar na organização de uma Olimpíada, quem sabe, em 2016."

É muito fácil organizar festas com o dinheiro alheio. Sou festeira, minha vontade era de estar no PAN, mas nesse momento queria que acontecesse algo que impedisse a existência sequer da hipótese de uma COpa do Mundo ou uma Olimpíada no Brasil.Se para o Pan eu, vc e os miseráveis de meu Brasil varonil desembolsamos modestos 3 bi, isso mesmo, 3 bilhões de reais, imaginem para a Copa do Mundo no "país do futebol"?
Além disso, o presidente Lulalá, em que votei nas duas eleições não respondeu qual será o destino das instalações construídas após o PAN. Falou, falou e não disse nada. Mais uma vez tá sem saber, Sr presidente?

4 comentários:

DO disse...

E ele lá sabe alguma coisa??

Muito conveniente pra ele,não é??

Gostei daqui

Beijos!!

Osc@r Luiz disse...

Companheira...
Você num tá inetendenu a prufundidadi das divisa que essas coisa trás pro Brazil.
Nóis faiz Pan; nóis faiz Café; nóis faiz de tudu pela uma cadera no Conseio de Siguranssa da UNO.
Esse seu dinhero num valia nada mesu... Quiqui custa dá um poquinho pra nóis fazê umas festinha prus Companhêro, extrangêru?
Vota ni mim di novo...
Pra sindicu do seu edifíciu.
Num disanima não, companhêra!

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

Não creio que alguma delegação olímpica saia daqui insatisfeita com o PAN apresesntado.Espero que até a delegação americana, essa injustamente vaiada, vá prá casa satisfeita, e conquiste. alem das medalhas, a simpatia do público, se não pelo geral, pela simpatia da sua ginasta mais simpática , a de ouro.Uma graça!

Flávia Brito disse...

Amigaaaaa, adorei a casa nova!!!!

Não quero te desapontar... mas num país onde cueca serve para guardar dólar, nada mais natural do que pagar o pato - leia-se: as festas - do nosso excelentíssimo senhor presidente da república. E sem direito a passe livre, é bom que se frise.

Beijos!